14 julho 2024

Prefeitura inicia entrega de produtos do Programa Recomeço para as Famílias 2023 pela regional Rui Lino

Assessoria

Date:

A Prefeitura de Rio Branco deu início às entregas dos móveis, eletrodomésticos e utensílios para as famílias contempladas pelo Projeto Recomeço para as Famílias 2023 que visa beneficiar as que foram atingidas pela alagação e perderam tudo ou quase tudo o que tinham.

Muitas não tiveram tempo de salvar a geladeira, o fogão, o guarda-roupa, o ventilador e muito menos a cama. Outras perderam até a televisão, o tanquinho de lavar roupa e a botija de gás, itens que a prefeitura agora vai repor por meio do programa.

Para estas famílias, a chance de recomeçar chegou nesta segunda-feira (23) quando as equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (SASDH) e da Defesa Civil Municipal foram de casa em casa entregar o que foi adquirido pela prefeitura com recursos próprios no valor de R$ 7 milhões.

De acordo com a secretária da SASDH, Suellen Araújo, ao todo, serão contempladas 4 mil famílias mapeadas e cadastradas pelos Centros de Referência em Assistência Social (Cras) e que comprovadamente tiveram suas casas atingidas pelas águas e perderam o que tinham.

“A população tem que entender que nós temos pré-requisitos. Infelizmente foram mais de 15 mil famílias atingidas nessa enchente e enxurrada, mas infelizmente não serão atendidos todos porque a gente tem que priorizar. Mais uma vez eu peço que não vão aos Cras, a secretaria de assistência, a prefeitura porque todas as famílias foram mapeadas, foram cadastradas via Defesa Civil”, destacou.

A entrega começou pela regional do Rui Lino, que abrange 42 bairros atingidos pelas águas do Igarapé Batista. Um deles é o Parque das Palmeiras. No primeiro dia 20 famílias estão sendo contempladas pela Prefeitura de Rio Branco. O aposentado José Lopes, morador do Beco Estreito foi uns dos primeiros a receber os produtos. Ele recebeu uma cama box de casal, guarda-roupa e televisão.

“Eu perdi televisão, guarda-roupa, sofá, balde, caixa d’água, panela, tudo desceu de água abaixo e hoje foi recuperado boa parte, graças a Deus e muito obrigado por essa ajuda”, disse.

A Marleni também mora bem às margens do igarapé, o acesso à casa dela é pelo Beco Estreito. Aqui, segundo ela, a água cobriu a casa e só deu tempo de tirar os documentos. Ela recebeu da prefeitura a reposição de muito do que foi perdido: uma cama box de casal, geladeira, cama de solteiro, guarda-roupa, tanquinho e ainda vai ganhar uma televisão, um ventilador e um fogão 4 bocas com a botija cheia.

“Foi terrível, a gente saiu com a ajuda do corpo de bombeiros. Hoje graças a Deus a gente está recebendo a palavra que falaram e eu estou bem animada. É um recomeço.”

A Kemilly tem uma filha autista e também atende aos pré-requisitos. Ela foi contemplada com um fogão, uma geladeira, um guarda-roupa e um tanquinho. Ela também perdeu tudo o que tinha para as águas da enxurrada do igarapé.

“Eu comecei a chorar vendo minhas coisas subindo, me desesperei. Perdi tudo, tudo, não fiquei com nada. Agora isso aqui é um recomeço.Estou muito feliz.”

A Sonaira também não teve sorte. Ela conta que no dia da inundação a água subiu de repente só lhe dando tempo de salvar o principal. O acesso à casa dela é pelo Beco Largo, por onde as equipes não mediram esforços para fazerem o benefício chegar com a reposição do fogão, da cama box de casal, da cama de solteiro com colchão e do guarda-roupa. Ela era só emoção ao lembrar do fatídico dia.

“Você vê anos de sua história ir embora em questão de segundos. Não tenho palavras para expressar o que você sente naquele momento. Graças a Deus a gente tem vida, né! Tem a chance para recomeçar de novo.”

Últimas