24 julho 2024

Pedido de aumento no horário de visita para detentos foi encaminhado e espera decisão judicial, informa MP

Por Isabelle Figueiredo, da Folha do Acre

Date:

O Ministério Público do Acre informou que a reinvidicação feita por detentos de três penintenciárias do estado, que pedem pelo aumento de uma hora no horário de visita que atualmente tem três horas de duração, foi encaminhada à Justiça e segue em decisão.

Segundo a assessoria de comunicação do MPAC, as negociações para o fim da greve de fome estão sendo acompanhadas pelo órgão. O Instituto de Administração Penitenciária do Acre (IAPEN) também aguarda pela decisão para saber como proceder em relação aos pedidos que estão resultando na greve de fome dos detentos.

A greve de fome começou no início desta semana, na segunda-feira (23), e desde então os presos de alguns pavilhões em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Sena Madureira se recusam a se alimentar.

Segundo as informações divulgadas, em Rio Branco são 1.290 presos em greve de fome, em Cruzeiro do Sul são 659 e em Sena Madureira são 235 detentos.

Nesta quarta-feira (25) as visitas de familiares aos presos dos pavilhões que aderiram à greve em Rio Branco foi suspensa. A direção do Iapen anunciou que a medida será tomada enquanto persistir a greve. A visita desta quarta-feira, dos detentos do presídio Manoel Nery, em Cruzeiro do Sul, também foi suspensa.

Últimas