25 maio 2024

Governo Federal nega permissão para abertura de mais cursos de Medicina no Acre

Redação

Date:

Nesta quarta-feira (4), o governo Lula divulgou o edital com as diretrizes para a instalação de novos cursos de Medicina no país. Serão abertos 95 cursos, oferecendo um total de 5,7 mil vagas, em 1.719 municípios brasileiros. O lançamento do edital foi feito pelo ministro da Educação, Camilo Santana, e pela ministra da Saúde, Nísia Trindade, em Brasília (DF).

Essa medida faz parte do Programa Mais Médicos, que tem como objetivo ampliar o acesso à saúde no país. Com o edital, instituições educacionais privadas poderão apresentar projetos para a criação de novos cursos em municípios pré-selecionados.

O governo federal justificou a escolha dos municípios com base em critérios como a necessidade de descentralizar a oferta de cursos de Medicina e promover a qualidade da formação médica. A meta é alcançar a média de 3,3 médicos por mil habitantes, estabelecida pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), até 2033.

No entanto, o estado do Acre não foi contemplado com a autorização para a abertura de novos cursos, apesar de possuir uma das menores médias de médicos por habitante do país. Segundo o último Censo do IBGE, o estado conta com 1,74 médicos para cada mil habitantes, enquanto a média nacional é superior a 2,5 médicos por mil habitantes.

Atualmente, o Acre possui apenas três instituições que oferecem o curso de Medicina, duas em Rio Branco e uma em Cruzeiro do Sul. A exclusão do estado do edital não levou em consideração a demanda e a necessidade de profissionais de saúde na região.

Fonte: O Acre Agora

Últimas