2 março 2024

Conheça mais sobre o Cessna 208, avião do acidente que matou 12 pessoas no Acre

O Tempo

Date:

Um grave acidente vitimou 12 pessoas no Acre, na manhã deste domingo (29). Os oito homens, as três mulheres e um bebê de um ano e sete meses que perderam a vida estavam em uma aeronave fabricado pela Cessna, modelo 208 ‘Caravan’, de prefiro PT-MEE., que ia de Rio Branco, capital do Acre, até a cidade de Envira, no Sudoeste do Amazonas.

O Cessna 208 Caravan começou a ser produzido em 1982 e foi lançado em 1984, segundo informações do site do fabricante. Tem capacidade para transportar de 10 a 14 passageiros, dependendo da configuração da cabine, além de piloto e co-piloto. A Cessna afirma ter fabricado cerca de 2.500 unidades do Caravan desde 1982. O custo da aeronave é de 2 milhões de dólares (cerca de 10 milhões de reais).

O apelido do Cessna 208 Caravan nos Estados Unidos é “Trailblazer”, em referência a um SUV (sport utility vehicles, em português, veículos utilitários esportivos) fabricado pela Chevrolet. No Brasil, a aeronave é chamada de “Jipe dos ares”. A explicação para isto é que o avião pode fazer pousos e decolagens em pistas de terra, o que o tornou popular em áreas de acesso remoto e de pistas mais precárias, como no Norte do Brasil.

O avião tem 11,46m de comprimento e 15,87 de envergadura, que é a distância entre a ponta de uma asa até a outra. Ele pesa 2.073 quilos e tem o peso máximo permitido para decolagem de 3.967 kg, incluindo combustível, passageiros e bagagem. A velocidade máxima do Caravan é 184 nós (cerca de 340 km/h) e a velocidade de cruzeiro é de 173 nós (320 km/h). A altitude máxima de voo da aeronave é de 25 mil pés, o que equilave a 7.620 metros e o alcance é de 1.980 quilômetros.

 

Últimas