24 fevereiro 2024

Com apoio do governo, indústria acreana de alimentos amplia exportação de ração para o Peru

Agência de Notícias do Acre

Date:

Começa a dar resultados positivos a Missão Comercial de Empresários Brasileiros na Expoalimentaria 2023, maior feira de alimentos da América Latina que ocorreu em Lima, no Peru, de 27 a 30 de setembro. Um dos negócios prospectados com apoio do governo do Estado pela indústria acreana Nutrack – a exportação de ração para peixes ao setor produtivo no sul do Peru – teve a primeira carga confirmada na última terça-feira, 17, com a operacionalização do funding para aquisição das primeiras 30 toneladas de ração.

A carga tem como endereço produtores de truta salmonada, na cidade de Puno, na região do Lago Titicaca. A previsão é que a primeira carreta com 1.200 sacas de ração saia de Rio Branco em 15 dias. Segundo o empresário Alejandro Salinas, da Perbra Holding – empresa de exportação e importação – a expectativa é que em seis meses 1.200 t/mês de ração estejam sendo comercializadas na rota Acre-Puno.

“Prospectamos negócios com toda cadeia produtiva de truta salmonada, que envolve 900 produtores. A partir dessa relação comercial, estudamos ampliar esse mercado para exportação de ração para outra espécie produzida na região: o peixe rei”, garantiu Salinas.

O transporte será feito pelo Corredor Interoceânico Amazônia Ocidental (BR-317 – Via Assis Brasil). Para o titular da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), Assurbanipal Mesquita, a negociação carimba dois objetivos da política exterior que vem sendo trabalhada pelo governo do Acre em parceria com o Fórum de Inovação e Desenvolvimento: a ampliação das exportações de produtos acreanos para a região andina e o fortalecimento do Corredor Interoceânico.

“O início dessa negociação aconteceu com a recepção dada à comitiva peruana durante a Expoacre. Depois foram feitas visitas técnicas à região de Puno por empresários acreanos, e o fechamento da carga a ser exportada se deu durante a Expoalimentaria, contou Mesquita .

Ele ressaltou que “essa transação envolve a indústria Nutrak. Outras prospecções também estão com negociações avançadas e devem impulsionar a balança comercial dos próximos anos”.

Estudos da Agência de Negócios do Acre (Anac) mostram que o volume de exportações para os países andinos vem aumentando desde 2019. O total de cargas enviadas do Acre ao Peru representa investimentos acima de R$ 128 milhões entre 2019 e 2023. Os dados são do Sistema de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex-Comextat).

Com o portifólio de novos produtos, a Anac projeta recordes de superavit na balança comercial nos próximos cinco anos. A carne suína, que passou a ser enviada este ano para o Peru, vai impactar positivamente na economia. Em seis meses pesquisados, registra-se 875 mil dólares em negócios que passaram pela fronteira.

Últimas