2 março 2024

Servidora pública é demitida após postar vídeo dando cachaça para gato

Redação

Date:

A advogada Eliane Andrade se desculpou, nas redes sociais, após divulgar um vídeo de uma amiga dando vodca, uma bebida alcoólica, a um gato. Eliane era servidora comissionada da Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas (Seap) e foi demitida depois da repercussão do caso. “Não medi as consequências”, disse.

Eliane acumula mais de 19 mil seguidores nas redes sociais, onde divulgou uma nota e uma série de vídeos se desculpando. Nas postagens, feitas na segunda-feira (11), ela afirmou que não está bem.

Em um dos vídeos, a advogada começa afirmando que errou. Em seguida, pede desculpas aos protetores dos animais.

Ela também diz que sempre foi uma pessoa brincalhona e, afirma que não mediu as consequências, ao filmar a amiga dando vodca a um gato.

“Quem me conhece, quem acompanha meus stories há muito tempo, sabe que eu sou uma pessoa brincalhona, mas dessa vez, eu não medi as consequências.Por isso, eu venho aqui pedir desculpa aos protetores dos animais, às demais pessoas”, disse, em vídeo nas redes sociais.

A advogada também mencionou a demissão dos quadro do Governo do Amazonas, e agradeceu pelos quatro anos e nove meses em que trabalhou na Seap. “Sou muito grata pelo aprendizado profissional e pessoal que extrai desse trabalho. E quero dizer também que estou disponível para qualquer esclarecimento que se fizer necessário”, ressaltou.

Em outras postagens, Eliane afirmou que todos são passíveis de erros. “Porque todos nós somos seres humanos passíveis de erros. […] Não estou bem psicologicamente. Não consigo raciocinar muito bem. Desculpem. Assim que possível, responderei a todos”, disse.

Entenda o caso
O vídeo, que foi exposto nas redes sociais da deputada estadual Joana Darc, mostra a ex-servidora Eliane Andrade filmando enquanto o gato toma a bebida que está no copo de uma amiga dela. No registro, a advogada cita a parlamentar.

“Joana Darc tem um gato bebendo vodka”, disse, dando risadas com a amiga.

Em outros dois vídeos, a advogada afirmou que o gato estava se arrastando. “Ele já andando arrastado. Toma mais uma que passa”, disse.

Depois da repercussão do caso, a deputada Joana Darc afirmou que a advogada seria desligada dos quadros do governo estadual. “Que as pessoas aprendam de uma vez por todas que maltratar animais é crime e fazer apologia a crime de maus-tratos contra os animais não é mais tolerado pela nossa sociedade, nem que seja de ‘brincadeira’. Por fim, espero que a Justiça seja feita e que o animal esteja bem”, afirmou.

Em nota, a Seap disse que repudia atos de maus-tratos contra animais. A secretaria destacou, ainda, que desligou a servidora após saber do caso.

Fonte: Dia a Dia Notícia

Últimas