14 julho 2024

Inflação foi de 0,23% em agosto e acumula alta de 3,23% no ano

Terra

Date:

O IPCA, índice oficial de inflação no País, ficou em 0,23% em agosto, uma aceleração em relação ao 0,12% registrado em julho. De acordo com o IBGE, a principal influência no resultado do mês veio do grupo Habitação, com destaque para o item energia elétrica residencial, que teve aumento de 4,59% no mês.

“O aumento na energia elétrica foi influenciado, principalmente, pelo fim da incorporação do bônus de Itaipu, referente a um saldo positivo na conta de comercialização de energia elétrica de Itaipu em 2022, que foi incorporado nas contas de luz de todos os consumidores do Sistema Interligado Nacional em julho e que não está mais presente em agosto”, explica, em nota, o gerente do IPCA/INPC, André Almeida.

Com o resultado de agosto, o IPCA acumula alta de 3,23% no ano e, nos últimos 12 meses, de 4,61% – número acima dos 3,99% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em agosto de 2022, a variação havia sido de -0,36%, de acordo com o comunicado do IBGE.

Segundo o instituto, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, seis tiveram alta no mês de agosto. O maior impacto positivo (0,17 ponto porcentual no índice geral) e a maior variação (1,11%) vieram do grupo Habitação. Destacam-se, ainda, as altas de Saúde e cuidados pessoais (0,58%) e Transportes (0,34%). No lado das quedas, o grupo Alimentação e bebidas caiu pelo terceiro mês consecutivo (-0,85%).

Os resultados dos demais grupos, de acordo com o comunicado do IBGE, foram: 0,69% de Educação, 0,54% em Vestuário, 0,38% em Despesas Pessoais, -0,09% em Comunicação e -0,04% em Artigos de residência.

Últimas