24 maio 2024

Corpo de brasileiro acusado de espancar filho e esposa é encontrado em cova rasa na Bolívia

Redação Folha do Acre

Date:

As instituições policiais do Brasil e da Bolívia, com apoio do Corpo de Bombeiros, localizaram corpo de brasileiro, vítima de homicídio, em território boliviano

A investigação da Polícia Civil acreana iniciou quando uma criança brasileira de 4 meses foi atendida no hospital de Xapuri com marcas de maus-tratos, trazida por populares que residem na Bolívia.

Durante os trabalhos investigativos foi identificado que o autor do delito, além de ter praticado maus-tratos contra a criança e manter a namorada em cárcere, foi posteriormente morto por desavenças em território boliviano.

O então autor, agora vítima de homicídio, era foragido do presídio Francisco de Oliveira Conde, acusado de assassinatos de diversas pessoas da organização criminosa rival.

Depois de intenso trabalho investigativo e representação da Delegada de Polícia Civil do município de Xapuri, a justiça acreana decretou a prisão temporária do responsável pelo homicídio ocorrido em terras bolivianas.

A competência para investigar e julgar o crime decorre do fato da vítima e do autor serem brasileiros, embora o crime tenha ocorrido no país vizinho.

A Polícia Civil do município de Xapuri logrou êxito em prender um dos autores, o qual, na manhã desta quinta-feira, dia 28, apontou para investigadores brasileiros e bolivianos o local em que foi enterrado o corpo.

O corpo localizado na Bolívia foi encaminhado para o IML em Rio Branco, a fim de constatar se é da vítima do homicídio.

As diligências da Polícia Civil de Xapuri para localizar o corpo, além de contar com o apoio da Policia Boliviana e do Corpo de Bombeiros de Xapuri, teve a participação dos policiais civis de Brasiléia e da Coordenação de Operações e Recursos Especiais – CORE.

“A cooperação entre o Poder Judiciário acreano, a Polícia Civil e a Policia Boliviana, com o apoio do Corpo de Bombeiros, foi essencial para a localização do corpo da vítima”, pontuou a Dra. Michelle Boscaro, Delegada de Polícia Civil de Xapuri.

O Alto Acre

Últimas