21 fevereiro 2024

Acreana é presa no RS tentando conseguir registro com diploma de medicina falso

Redação

Date:

Uma acreana foi presa em flagrante nesta sexta-feira, 15, na sede do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Sul (Cremers). A mulher tentava obter o registro de médica utilizando um diploma falso. A fraude foi identificada pelo setor de Secretaria Operacional do Conselho, responsável pela emissão de documentos médicos, que coordenou uma operação conjunta com a Polícia Federal (PF).

A documentação falsa indicava que supostamente, teria sido concedida pelo Centro Universitário Funorte, localizado em Montes Claros, Minas Gerais. Segundo a falsificadora, ela teria se formado em 1º de fevereiro de 2023. No entanto, a suspeita, que possuía registro do Ministério da Saúde no Programa Mais Médicos, estava exercendo ilegalmente a Medicina na comunidade de Cacique Doble desde 2017.

Na internet, ela se apresentava como especialista em Saúde da Família e Comunidade. O presidente do Cremers, Carlos Sparta, destacou a fragilidade do programa e o risco que isso representa para a população atendida por falsos médicos. O Cremers informará o Ministério da Saúde e a Prefeitura de Cacique Doble sobre o ocorrido.

Além disso, o Cremers identificou uma rede de fraudes que envolve mais nove diplomas falsos da mesma universidade. Esses documentos foram utilizados em tentativas de registro médico nos estados da Bahia, Maranhão, São Paulo e Tocantins. O grupo responsável pela fraude chegou a criar um e-mail falso da universidade para enviar atas de colação de grau falsificadas aos Conselhos Regionais de Medicina.

No início da semana, o Cremers também identificou outra pessoa que pretendia apresentar um diploma falso para obter o registro, mas essa tentativa foi abandonada e denunciada à Polícia Federal.

Com informações do Poa24horas

Últimas