23 julho 2024

“Não dá para pensar em desmatamento zero sem considerar quem vive na região”, diz Socorro Neri em reunião com Lula na Cúpula da Amazônia

Assessoria

Date:

Após discurso histórico do presidente Lula na Cúpula da Amazônia nesta quarta-feira, 9, em Belém (PA), a deputada federal do Acre, Socorro Neri, que estava no evento representando o Parlamento Amazônico – do qual ela integra como vice-presidente -, se manifestou em defesa de uma discussão abrangente e inclusiva.

Em sua fala, o presidente assumiu a retomada da soberania da região, ressaltando que as ações efetivas sobre a Amazônia devem conjugar “preservação do bioma com a geração de emprego e condições dignas para todos os que nela residem”.

Na sequência, a parlamentar acreana reafirmou a importância de se colocar no centro das discussões os que vivem na região que abrange a Amazônia, como os povos originários, as comunidades tradicionais, ribeirinhas, quilombolas e os que habitam nas cidades amazônicas.

“Chega de sermos ineficientes, de ouvirmos discursos do mundo inteiro sobre a Amazônia como o senhor presidente aqui tão bem registrou.Não dá para pensar em desmatamento zero e nem sobre essa grande responsabilidade que o bioma Amazônico tem sobre o equilíbrio climático do mundo sem considerar quem vive nessa região e que precisa viver de acordo com os avanços do Século XXI”, salientou Neri.

A reunião da Cúpula Amazônica foi integrada por 5 chefes de Estado, ministros de Meio Ambiente, Relações Exteriores e Povos Indígenas e integrantes de organismos internacionais.

*Cobrança*

Lula cobrou dos governos locais (prefeitos e governos estaduais) a meta de zerar as taxas de desmatamento até 2030. A Cúpula é tratada como uma prévia da COP 30, principal evento da Organização das Nações Unidas (ONU) para tratar das questões climáticas, que será realizada em 2025 também em Belém. “A história da Amazônia será medida entre antes e depois desta Cúpula”, alertou o presidente.

Ao reiterar sua preocupação com a inserção de todos os amazônidas nas discussões climáticas, Socorro Neri se disse confiante nos resultados da Cúpula: “Que bom estarmos hoje saindo daqui revigorados para esta luta que precisamos empreender, fazendo a devida conciliação entre o desenvolvimento econômico, social e sustentável, com a necessária preservação do nosso bioma”.

Últimas