27 fevereiro 2024

Dia do Advogado: conheça a história de Marco Aurélio Guilherme Flores, um dos mais conceituados advogados do Acre

Gina Menezes

Date:

Eles garantem e protegem os interesses e lutam pela garantia que os direitos sejam assegurados. Eles são os advogados, considerados os guardiões da Constituição e tem neste dia 11 de agosto como data de comemoração do seu dia.

Para homenagear todos os advogados, a Folha do Acre traz um breve perfil do advogado e professor de Direito, Marco Aurélio Guilherme Flores.

A história de vida de Marco Aurélio Guilherme Flores, advogado, conselheiro seccional da OAB-Acre e professor, confunde-se com a advocacia acreana.

“São anos e anos respirando o Direito, vivendo intensamente, seja ministrando aulas nas faculdades ou advogando. Tenho paixão pelo Direito e tudo que ele representa. Tenho certeza que mesmo quando me aposentar vou continuar vivendo nesse ambiente porque é minha vida”, frisou.

Marco Aurélio possui graduação em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora, com MBA em Direito Ambiental, Processo Civil, Direito Civil e Direito Tributário. Marco Aurélio possui pós-graduação em Didática e Docência do Ensino Superior em diversas áreas do Direito o que lhe garantiu convite para ministrar aulas em praticante todas as faculdades acreanas.

“Eu já trabalhei na Uninorte, U:Verse desde a época que era Faao e várias outras. Atualmente dou aula na Unama e Anhanguera. Ajudar a formar novos advogados é uma forma de demonstrar o quanto gosto do Direito. Me sinto feliz quando vejo meus ex-alunos atuando nos Tribunais”, frisou.

Por seu extenso e notório conhecimento do Direito, Marco Aurélio é chamado de “Vadmecum ambulante”. Amigos, colegas de trabalho e ex-alunos externam admiração pela forma que ele conhece o Direito.

“É impressionante como ele conhece. A aula dele é uma palestra. É nosso vadmecum”, diz Janayna Silva, ex-aluna.

Para Marco Aurélio, o Direito é muito mais do que conhecer leis.

“Ter o conhecimento e ainda puder passá-lo é ótimo, mas o mais importante de tudo é ter a consciência que podemos e devemos lutar para corrigir injustiças, garantir direitos básicos aos menos assistidos e trabalhar diariamente pela aplicação da lei de forma correta”, declarou.

Últimas