21 julho 2024

Boliviano que assassinou acreana na frente da filha é condenado a 30 anos de prisão

Redação Folha do Acre

Date:

O assassino da acreana Janaína Menezes da Costa, de 32 anos, vítima de feminicídio na cidade de Cobija, na Bolívia, foi condenado a 30 anos de prisão em Pando.

Janaína foi morta no dia 6 de maio, e o homem, identificado como Sergio Candia Ferrufino, era marido da acreana. Ele foi preso como principal suspeito pelo crime e confessou ter matado a esposa.

A audiência de julgamento oral foi marcada pela apresentação de provas contundentes pelo Ministério Público, que de forma incisiva demonstrou a responsabilidade do réu no crime. O procurador Marco Peñaranda ressaltou que todos os trabalhos investigativos foram realizados para sustentar a acusação, incluindo declarações de testemunhas e o relatório de autópsia.

De acordo com a Procuradoria Geral do estado de Pando, onde fica Cobija, ficou comprovado que Sergio matou a acreana após uma discussão na casa do casal, na frente da filha mais velha. O próprio acusado reconheceu sua culpa, optando por um procedimento abreviado.

Com a condenação, Sergio foi encaminhado ao presídio Villa Busch, onde cumprirá a pena.

Com informações A Gazeta do Acre

Últimas