26 fevereiro 2024

Assassinatos crescem em Rio Branco e Acre tem 42% de homicídios gerados pela guerra de facções

Redação Folha do Acre

Date:

De acordo com boletim de julho do Observatório de Análise Criminal do Ministério Público, as mortes violentas intencionais ocorridas de janeiro a julho de 2023, apresentaram redução de 0,8% quando comparadas ao total ocorrido no mesmo período de 2022.

No entanto, na capital do Acre os números são diferentes: “Em relação à capital acreana, o número de MVI apresentou aumento de 25% em relação ao período compatível do ano anterior”, diz o boletim publicado no dia 9 de agosto.

Além disso, dos 132 assassinatos ocorridos em julho, 56 foram em decorrência dos conflitos entre facções ou devido às drogas. Assim, esse grupo respondeu por 42,4% das MVIs no período. “Observa‐se que a maior parcela dentre as causas, direta ou indireta, ainda recai nos conflitos que envolvem as facções”, diz o boletim do MP.

A média mensal de MVI no ano de 2022 foi de 20 assassinatos, enquanto no mês de julho de 2023 foram registradas 27 mortes — ou seja, 35% a mais do que a média mensal de 2022.

Com informações Ac24horas

Últimas