26 fevereiro 2024

Acre exportará carne suína para a República Dominicana

Kauã Lucca

Date:

O Ministério da Agricultura da República Dominicana habilitou o Frigorífico acreano Dom Porquito, localizado no município de Brasiléia, a exportar a proteína animal ao país da América Central.

Com o grande avanço na criação de suínos nos últimos, o Estado do Acre já figura entre os dez estados que mais criam porcos no país. A criação de porcos no Acre tem sido uma atividade promissora, pois a região tem condições climáticas favoráveis para a suinocultura.

O governador do Acre, Gladson Cameli (PP), comemorou a mais nova conquista da agroindústria do estado. O líder do executivo estadual frisa que, a expansão possibilitará mais desenvolvimento e geração de empregos no estado.

“O Acre é uma terra próspera e de muitas oportunidades para todos aqueles que queiram investir na nossa região. Recebo essa informação com muita alegria e na certeza de que estamos caminhando no rumo certo. Não tenho dúvidas de que a carne produzida aqui, chegará em muitos outros países”, frisou Cameli.

O consumo de carne suína na República Dominicana tem uma presença significativa, porém a produção nacional não é autossuficiente. No ano passado, foram importadas cerca de 120 mil toneladas de carne suína. A expectativa, ainda, para o ano de 2023 é de que seja importado cerca de 130 mil toneladas, de acordo, com a projeção do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Além do Acre, também receberam autorização para a exportação da carne suína, outros dois frigoríficos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Últimas