2 março 2024

Edvaldo critica governo que vai gastar quase R$ 2 milhões por mês com 250 comissionados, enquanto plantões da Saúde não chegam a R$ 380 mil

Assessoria

Date:

 

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) comentou a respeito da não aprovação dos plantões extras aos técnicos de enfermagem, que atualmente não passam de R$ 78, 00 por 12 horas. O parlamentar disse que o governo do Estado estar mais preocupado em inchar a máquina pública com comissionados que garantir os plantões da Saúde.

Ele fez um comparativo. De acordo com Edvaldo, o governo vai gastar por mês com 250 comissionados nomeados no último dia 30, numa verdadeira enxurrada de nomeações, o equivalente a R$ $ 1.364.289,53.

“Só que no mesmo Diário Oficial, deputados da base do governo que foram expostos aqui pela equipe de negociação do governo com o argumento de que não havia dinheiro, foram publicadas 252 nomeações de cargos comissionados de uma única lapada, para usar uma expressão popular. Por mês, R$ 1.364.289,53. A conta que se faz é multiplicar por 13, porque tem décimo terceiro. Vai dar R$ 17. 735.763,90, por ano. Para dar o plantão extra para os técnicos, que foi negado pelo governo, que foi negado na votação por este plenário e nas comissões, sabe quanto custava por mês? R$ 380 mil”, disse.

Edvaldo Magalhães citou que o governo escolhe errado, mesmo tendo as condições financeiras e políticas para acertar. “São as escolhas, senhores deputados. Só as 252 nomeações, dá $ R$ 1.364.289,53. Dava para pagar os técnicos e dava para pagar um milhão de nomeações. Dava! Tem o dinheiro, a questão é a escolha. A questão é a opção, a questão é a sensibilidade. Não tiveram sensibilidade para negociar porque não querem ceder para àqueles que reivindicam a partir de um olhar de oposição. É um olhar vesgo e burro, que expõe parlamentares e o parlamento”.

Últimas