23 julho 2024

Acre registra 74 assassinatos em abril; 41,9% por confronto das facções

Redação Folha do Acre

Date:

 

O Observatório de Análise Criminal do Ministério Público do Acre publicou neste fim de semana o informativo de mortes violentas intencionais (MVIs) mostrando que, no mês de abril, dos 74 assassinatos ocorridos no período, 31 -ou 41,9% do total -foram resultante do conflito entre facções e tráfico de drogas.

Comparado com o resultado de março, houve um leve aumento na participação das orcrim e entorpecentes nos assassinatos: naquele mês, os confrontos de faccionados fizeram 41,8% das MVIs.

De longe, o banho de sangue promovido pelas organizações criminosas segue liderando as MVIs no Acre. O governo do Acre já reconheceu a dificuldade no enfrentamento e mantém ações que visam debelar as facções.

Segundo o Observatório, com exceção da 1ª Regional de Segurança Pública, que apresentou significativa redução, as demais regionais de Rio Branco apresentaram aumento no número de MVIs no 1º quadrimestre de 2023 em relação ao mesmo período de 2022. No tocante ao interior, a 7ª Regional, localizada no Alto Acre, apresentou significativo aumento no 1º quadrimestre de 2023 em relação ao mesmo quadrimestre do ano anterior. “Em relação a mortes violentas intencionais ocorridas dentro de ambientes do sistema prisional acreano, tanto em 2023 quanto em 2022, não ocorreu MVI no 1º quadrimestre, fato este que demonstra invariabilidade no período”, analisa o Observatório.

Com informações Ac24horas

Últimas