Mulher que xingou motoboy é internada no Hosmac: “tem esquizofrenia”, diz familiar

Pouco depois de ser filmada ao proferir xingamentos racistas a um motoboy nesta segunda-feira, 7, na saída de uma farmácia em Rio Branco (AC), a agressora Mafiza de Souza Cardoso, de 43 anos, foi levada por familiares para o Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac), onde se encontra internada. A professora Maíza Cardoso, irmã da mulher, disse ao ac24horas que a mesma sofre de esquizofrenia e não está tomando medicação.

“A situação dela é complicada, já esteve internada no Hosmac antes, tem esquizofrenia, mania de perseguição e está sem tomar medicação. Primeiro porque ela não aceita a doença”, contou a irmã à reportagem. Segundo os familiares, já faz tempo que a mulher está surtada, alterada. “A gente vem tentando controlar a situação sem medicação, porque ela não aceita de forma nenhuma tomar a medicação”.

Para a irmã, que vinha sendo confundida com a agressora nas redes sociais, este não se trata de um crime. “Não é um caso de racismo, é um caso de pessoa que tem problemas mentais, que está sem tomar a medicação”, afirma.

Maíza pediu desculpas ao motoboy em nome da família. “Infelizmente ela não é uma pessoa normal. É um caso de saúde pública. Ela não é normal, tinha a vida toda organizada, mas teve um gatilho 7 anos atrás e se manifestou a esquizofrenia nela”.

A familiar disse ainda: “só quem vai entender nossa família são as pessoas que têm parentes nessa mesma situação. É muito difícil para gente, assim como para o próprio paciente”.

Com informações Ac24horas

Compartilhe este artigo