20 junho 2024

Rio Branco é segunda capital do país com mais moradores sedentários, aponta pesquisa

Redação Folha do Acre

Date:

A capital do Acre, Rio Branco, é a segunda do país com mais pessoas sedentárias. Conforme dados do Observatório da Atenção Primária da Umane, em 2021, mais de 50% dos moradores não faziam nenhum tipo de atividade física.

Os pesquisadores usaram como base um levantamento da Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde.

Segundo a pesquisa, a capital acreana fica atrás apenas de Campo Grande, no Mato Grosso, onde 50,8% da população não faz exercício.

Veja ranking abaixo:

Campo Grande (MS) – 50,8%
Rio Branco (AC) – 50,3%
Fortaleza (CE) – 50,2%
Belo Horizonte (MG) – 50%

Os pesquisadores descobriram também que, na época do levantamento, 53,4% das mulheres que moram nas capitais não faziam exercícios físicos. Os homens eram 42,2%.

Pessoas entre os 18 e 24 anos tendem a praticar mais atividade física. Contudo, o índice de sedentários nessa faixa etária 35,1% e 43,1% entre quem tem de 25 a 34 anos.

Pessoas a partir de 55 anos estão no grupo que menos se exercitam. De acordo com a pesquisa, são 56% de 55 a 64 anos e 63,6% entre os que têm 65 anos ou mais.

Prejuízos

O professor de educação física, com especialização em fisiologia do exercício com ênfase em nutrição, Jesus Wgleyson, explicou que pessoas que nunca fizeram uma atividade física têm a tendência de estar sedentária ou fica sedentária. Ele destaca os prejuízos da falta de um exercício.

“O sedentarismo vai trazer grandes prejuízos para o corpo pois o metabolismo vai ficar bem mais lento, dependendo da condição biológica da pessoa. Pode ter problemas cardíacos como cardiovasculares, de hipertensão, diabetes, tudo isso por causa do sedentarismo. A prática de uma atividade física, seja ela leve ou moderada, tem bastantes benefícios, tem queima calórica, o metabolismo vai começar a melhorar o nível da pressão arterial”, listou.

Ele acrescentou ainda que essas pessoas podem começar a fazer hidroginástica para evitar exercícios muito impacto. Wgleyson diz também que existem dois tipos de sedentários: o obeso e o magro. Para cada tipo existe um exercício físico mais adequado.

“O sedentário obeso é interessante começar com a hidroginástica ou outra atividade aquática pois vai gerar menos impacto nas articulações. Se for um sedentário magro pode começar com uma caminhada, corrida e depois até mesmo uma pedalada. Tudo isso tem que ser de uma forma que venha favorecer a pessoa. Quando se fala em sedentarismo se pensa logo que a pessoa é obesa, mas há magros que têm um déficit de condicionamento físico e se torna também sedentário”, frisou.

Com informações G1

Últimas