16 julho 2024

MPF instaura procedimento para apurar irregularidades no atendimento da Unimed Rio Branco

Ascom MPF

Date:

Dificuldades para agendamentos e escassez de especialistas são algumas das reclamações

Diante de inúmeras reclamações relacionadas ao atendimento da operadora de plano de assistência à saúde Unimed Rio Branco, no Acre, o Ministério Público Federal (MPF) instaurou procedimento administrativo visando acompanhar a regularidade da prestação de serviço prestado pela cooperativa aos seus beneficiários.

O procurador regional dos Direitos do Cidadão, Lucas Costa Almeida Dias, explica que, neste procedimento específico, o alvo da apuração são as às falhas do atendimento da Unimed Rio Branco, sobretudo aquelas relacionadas ao acesso aos serviços mais básicos, como dificuldades para agendamento de consultas e exames, burocracia para autorização de exames e procedimentos, dentre outras.

O MPF quer averiguar o cumprimento, por parte da Unimed, das normas da Agência Nacional de Saúde (ANS) que regulamentam a prestação de serviços das operadoras que atuam dentro da saúde suplementar, como o atendimento à lista de consultas, exames e tratamentos (rol de procedimentos e eventos em saúde), bem como o cumprimento dos prazos máximos para esses atendimentos.

Após o levantamento das informações que serão requeridas, o MPF irá analisar as medidas cabíveis para o saneamento dos problemas encontrados.

Últimas