segunda-feira, agosto 15, 2022
33.3 C
Rio Branco
segunda-feira 15 agosto 2022

Edvaldo diz que paralisação das obras da BR-364 por falta de recursos é catastrófica para o Acre

POR Assessoria

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) disse que a notícia de paralisação das obras de recuperação da BR-364 é catastrófica para os acreanos. Ele pontuou que nos últimos 23 anos nunca os serviços foram interrompidos durante o verão amazônico.

“Uma notícia catastrófica para o Acre e para o seu desenvolvimento. Nós nunca tivemos nos últimos 23 anos um episódio de chegar no verão e ao invés das obras estarem a todo vapor, estão suspensas. É a primeira vez que você chega no verão e o governo federal diz: ‘suspende os trabalhos’. Olha a contradição. O presidente da República teve 77% dos votos no Acre e está abandonado a BR-364, traindo o povo do Acre e mandando parar os serviços da BR-364”, disse o parlamentar em aparte ao discurso do deputado Luiz Gonzaga (PSDB) durante a sessão desta terça-feira, 12.

E acrescentou: “mas vamos além, o relator do Orçamento da União, o homem dos bilhões de reais, senador da República, não garantiu o dinheiro da BR-364 em seu relatório. O Dnit, o Ministério dos Transportes do Brasil, manda suspender as obras da BR-364. A turma do Orçamento secreto mandou dinheiro para tudo que é coisa, mas não mandou para a BR”.

Ao finalizar, o deputado do PCdoB lembrou que Gladson Cameli se reuniu recentemente com o chefe da Casa Civil do governo Bolsonaro, senador Ciro Nogueira, mas não tratou sobre a rodovia, porém aproveitou para articular sua ida para a presidência do Progressistas do Acre. “Foi resolver se o partido ia ter ele ou não como presidente do Progressistas” e acrescentou: “o governo e o governador tem todo o poder, mas está suspendendo o tapa-buracos da BR-364”.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img