segunda-feira, agosto 15, 2022
31.3 C
Rio Branco
segunda-feira 15 agosto 2022

Desmatamento cresce 36% no Acre em junho deste ano, segundo o SAD, do Imazon

POR Redação

A Amazônia Legal teve 1.429 quilômetros quadrados de desmatamento detectados em junho de 2022 pelo Sistema de Alerta de Desmatamento do Imazon – Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (SAD).

O aumento é de 54% em relação a junho de 2021, quando o desmatamento somou 926 quilômetros quadrados. A distribuição por estados ficou assim: Pará (35%), Amazonas (29%), Mato Grosso (13%), Rondônia (12%), Acre (8%), Maranhão (2%) e Roraima (1%).

Já as florestas degradadas na Amazônia Legal tiveram um aumento de 80% em junho deste ano em relação com o mesmo período do ano passado. Foram 90 quilômetros quadrados em junho de 2022. O Pará, com 52%, Mato Grosso, com 32%, Acre, 8%, e Amazonas, 8%), apresentaram os maiores números.

De acordo com os dados do SAD, o Acre teve um aumento de 36% no desmatamento detectado em junho deste ano com relação ao mesmo mês no ano passado. Foram 85 km² de desmatamento em junho de 2021 contra 117 km² em junho deste ano.

Entre os municípios mais críticos da Amazônia, Feijó, no Acre, aparece em 10º lugar, com 37 km² de desmatamento, quase 30% do total detectado em todo o estado. Entre as Unidades de Conservação, a Resex Chico Mendes aparece em 6º lugar, com 5 km² de desmatamento.

Ac24horas

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img