quinta-feira, julho 7, 2022
29.3 C
Rio Branco
quinta-feira 07 julho 2022

Mulher acusada de esquartejar vítima e exibir cabeça como troféu presta depoimento

POR Redação

A acusada de participar do sequestro, “julgamento” e esquartejamento de uma garota na periferia de Rio Branco e que foi presa pela PM em Porto Velho. Deverá prestar depoimento nesta terça-feira (7) na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco

A audiência deverá ocorrer por videoconferência, com início previsto para às 8h. “Japinha” deverá responder por crimes de homicídio qualificado, vilipêndio e ocultação de cadáver e associação criminosa.

“Japinha” era moradora do bairro Recanto dos Buritis. Ela é acusada de participar da execução da jovem Sandra Lima de Souza, de 21 anos, cuja cabeça chegou a exibir como se fosse um troféu. Outras quatro pessoas serão julgadas pelo mesmo crime.

O caso

Na noite do dia 5 de abril do ano passado, os indiciados descobriram que Sandra Lima, que tinha vindo da zona rural morar com o irmão no Belo Jardim, pertencia a uma facção rival e a sequestraram quando esta participava de uma festa.

Levada para uma casa da Rua Apurinã, do Bairro Belo Jardim, a garota foi julgada e condenada à morte pelo tribunal do crime. Executada a facadas, teve o corpo esquartejado e jogado no leito do Igarapé Judia. Presos dias após o crime, três dos envolvidos confessaram a participação e disseram onde jogaram o cadáver de Sandra, que não foi resgatado até o momento. O delegado Marcos Cabral foi o responsável pelo inquérito e comandou as investigações que elucidaram o caso.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img