quinta-feira, julho 7, 2022
29.3 C
Rio Branco
quinta-feira 07 julho 2022

Justiceiras do PCC vão a júri por decapitação e esquartejamento de menor, em Rio Branco

POR Redação Folha do Acre

Veralúcia Marques Coura e Rita Rocha Nascimento tiveram suas prisões mantidas e serão levadas a júri popular pela morte da jovem Késia Nascimento. O crime ocorreu em Rio Branco em janeiro de 2020.

A vítima foi sequestrada no bairro Calafate e levada para um cativeiro no Taquari. Após ser julgada pelo “tribunal do crime”, a jovem foi decapitada e esquartejada e, em seguida, teve o corpo jogado no rio Acre.

A sentença de pronúncia é assinada pela Juíza da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Luana Campos.

No banco dos réus as justiceiras de uma organização criminosa vão responder pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, corrupção de menores e ocultação de cadáver.

Rita Rocha e Veralucia teriam acompanhado tudo por meio de uma vídeo chamada direto de São Paulo. As duas teriam dado a ordem para execução da vítima. O crime foi motivado pela guerra de facções.

Dos nove denunciados no processo, seis foram condenado a quase 190 anos de prisão. A nona envolvida continua foragida.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img