quinta-feira, julho 7, 2022
29.3 C
Rio Branco
quinta-feira 07 julho 2022

Governador participa da inauguração de templo espiritual na Terra Indígena Nukini

POR Agência de Notícias do Acre

O governador Gladson Cameli foi recebido com festa pelo povo Nukini, na Aldeia Recanto Verde, às margens do Rio Môa, no sopé da Serra do Divisor, no município de Mâncio Lima. Ele participou da celebração de abertura do Kupichawa, local onde os indígenas realizam os trabalhos espirituais tradicionais da sua cultura.

O Cacique Xiti Nukini reuniu todas as lideranças das nove aldeias da Terra Indígena para recepcionar o governador com cantos e danças ancestrais do seu povo. Gladson Cameli entrou no clima da celebração participando das manifestações com muita alegria e respeito pela cultura Nukini.

“Respeito os povos da floresta e quero ser representante de todos para defender os seus mais sagrados direitos de praticarem os seus ritos com liberdade. Os nossos povos originários têm muito a ensinar para toda a humanidade através da proteção da natureza e dos conhecimentos das medicinas da floresta”, declarou o governador.

Como uma das principais lideranças do seu povo, Xiti Nukini agradeceu Gladson Cameli por se dispor a participar de um momento tão importante para a preservação da cultura Nukini.

“Estamos recebendo com muita alegria o Cacique maior de todos os acreanos. É um incentivo para todo o meu povo ter a presença do governador nesse momento de afirmação da tradição deixada pelos nossos ancestrais Nukini. O fato do governador passar uma noite com a gente aqui na Aldeia Recanto Verde demonstra o seu reconhecimento da importância de todos os povos Indígenas na formação social do Acre”, refletiu Xiti.

Conexão com a Floresta

Depois de participar das danças e cantos de boas vindas, Gladson Cameli foi conduzido pelo jovem pajé Iri Nukini e sua esposa Fátima para um banho de descarrego espiritual às margens do pequeno igarapé que atravessa a Aldeia Recanto Verde.

Participou de uma defumação com sipa, um tipo de breu vegetal, tomou banho de argila, pingou o colírio de Sananga nos olhos e passou por uma limpeza corporal e espiritual com um preparado de ervas sagradas da tradição Nukini.

À noite o governador participou da cerimônia de abertura dos trabalhos espirituais do novo Kupichawa Nukini. A celebração teve a presença de uma comitiva do povo Puyanawa, liderada pelo Cacique Joel e de representantes das etnias Hunikuin, Shanandwa e Chipibo do Peru.

Durante a cerimônia foram entoados cânticos de proteção e de evocação dos espíritos luminosos da floresta. As rezas nos idiomas tradicionais pediam a cura de todas as doenças que assolam a humanidade e o despertar das consciências para a importância do respeito e da preservação da natureza.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img