segunda-feira, maio 16, 2022
24.3 C
Rio Branco
segunda-feira 16 maio 2022

Facções usam drones para monitorar comunidades agrícolas no Acre

POR Redação Folha do Acre

Na zona rural de Rio Branco, população está com sua rotina sendo registrada por grupos criminosos

O produtor rural não enfrenta apenas o problema das péssimas condições dos ramais para trazer frutas, verduras e hortaliças para as feiras e mercados de Rio Branco. Um novo problema mais grave tomou conta da área rural, as facções criminosas estão aterrorizando as famílias, nas regiões da Estrada do Quixadá.

Onde ficam as comunidades Boa Água, Oriente, Colibri e Limoeiro, os produtores não deixam mais as propriedades sozinhas. Antes toda a família vinha para a cidade, vendia o produto e comprava os itens de casa, agora alguém tem que ficar vigiando.

As organizações criminosas estão aplicando a lei do silêncio, quem denuncia corre o risco de ser expulso da terra. A vereadora Lene Petecão, do PSD, levou a denúncia à Câmara de Vereadores de Rio Branco.

Segundo a parlamentar, os produtores disseram que as facções estão usando drones para vasculhar as propriedades. Assim ficam sabendo o que cada família possui, se existe alguém diferente e mantém todos vigiados e aterrorizados.

“Já teve caso de motos e caminhonetes sendo roubadas, e a comunidade está realmente aterrorizada, porque são produtores rurais, não são atravessadores. Eles produzem e trazem para as feirinhas aqui dos bairros, como o próprio Elias Mansour, que eles abastecem”, explicou a vereadora.

Lene Petecão pediu à Mesa Diretora que faça um convite ao secretário de Segurança, para que participe de uma sessão do legislativo. O Governo do Acre precisa dar uma resposta aos produtores rurais. Antes os crimes se limitavam ao furto e roubo de gado, depois passou a ser veículos, máquinas e tratores. Agora tudo virou alvo dos bandidos, e as propriedades passaram a ser monitoradas por drones, uma tecnologia que nem a polícia tem.

Os produtores não querem gravar entrevista com medo de uma possível ação das organizações criminosas, mas o que eles realmente esperam é que o Governo do Estado tome uma medida para reduzir a violência no campo, uma delas seria a criação de uma delegacia especializada para crimes na área rural.

Fonte: Agazeta.net

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img