domingo, maio 22, 2022
32.3 C
Rio Branco
domingo 22 maio 2022

Homem que decepou dedo de Nego Bau já havia sido preso por assalto, diz delegado

POR Marcos Dione

O borracheiro de 39 anos que foi preso na segunda-feira (11) por ter torturado o morador em situação de rua Renan Almeida, conhecido como “Nego Bau”, já havia sido preso por roubo em 2014. Renan morreu no Pronto Socorro de Rio Branco dias depois de ter sido torturado.

“Ele já tinha passagem por roubo. Fizemos uma consulta e consta que ele foi preso no ano de 2014 pela prática de roubo”, disse o delegado de Polícia Civil Lucas Pereira.

Durante depoimento, o suspeito teria assumido que decepou o dedo de Renan após encontrar ele dentro de sua casa e achar que ele estava furtando seus pertences. O delegado afirmou que a vítima tinha problemas mentais. O borracheiro deve responder pelo crime de tortura e pode pegar até 10 anos de prisão.

“A tortura é um crime gravíssimo e quem pratica essa conduta não pode ficar impune. Ele ficará preso à disposição do judiciário”, acrescentou.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img