segunda-feira, maio 16, 2022
24.3 C
Rio Branco
segunda-feira 16 maio 2022

Bocalom ignora greve da educação e professores pedem ajuda de vereadores para intermediarem reunião

POR Gina Menezes

Caminha para 2 meses a greve na rede municipal de educação em Rio Branco e enquanto não houver acordo não há prazo para acabar. Isso é o que afirma os líderes dos manifestos do Sindicato dos Servidores da Educação.

A professora Ivaneide Machado afirmou na manhã de terça-feira (5) que a greve continuará enquanto não houver acordo.

“Esperamos as negociações, esperamos que cheguem a um acordo. Precisamos chegar a um acordo, diz.

Para continuar o protesto e sensibilizar os vereadores para que estes intermediem uma reunião com o prefeito Tião Bocalom, os manifestantes protestaram em frente à Câmara Municipal.

Os vereadores pararam a sessão para conversar com algumas lideranças do sindicato grevista.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img