domingo, maio 22, 2022
30.3 C
Rio Branco
domingo 22 maio 2022

Aumento no preço da cesta básica alimentar afeta população de baixa renda em Rio Branco

POR Assessoria

De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio/AC, Egídio Garó, a cesta básica, após um período de diminuição do preço médio, novamente apresenta um aumento dos preços unitários

Segundo levantamento realizado pela Fecomércio/AC no último dia 12 de abril, o custo médio da cesta básica de alimentos chega a R$ 598,90 e afeta, principalmente, a população de baixa renda de Rio Branco. Ainda de acordo com a pesquisa, a carne representa o maior valor na composição da estimativa de produtos. A consulta é baseada em cálculos de preços de 15 produtos alimentícios comercializados em três supermercados da capital acreana.

De acordo com o assessor da presidência da Fecomércio/AC, Egídio Garó, a cesta básica, após um período de diminuição do preço médio, novamente apresenta um aumento dos preços unitários.  “Majorados em 5,31% se comparado ao mês anterior, de janeiro para o corrente mês, a cesta básica acumulou um aumento de 8,13%, indicando sinal de aumento para os próximos meses”, explica Garó.                                                                                                                                               

Os produtos e quantidades estimadas representam uma provisão alimentar para consumo mensal de uma família com três pessoas adultas, ou duas adultas e duas crianças com ganhos médios mensais de até R$ 2 mil.                                               

Conforme a avaliação, com base nas quantias dos preços dos produtos informados nas prateleiras no período da pesquisa, constata-se que o maior custo da cesta básica indica o valor de R$ 637,39, enquanto o menor custo apresenta valor de R$ 550,71.                                                                                                                                           

O assessor da presidência pontua que o resultado do estudo é reflexo do atual cenário econômico do país. “ A inflação e a alta dos custos de importação dos insumos impulsionam o aumento dos preços, bem como o preço dos combustíveis, que também causa um impacto considerável na composição do preço dos itens que compõem a cesta básica”, conclui.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img