sábado, janeiro 22, 2022
23.3 C
Rio Branco
sábado 22 janeiro 2022

Prefeitura, governo e entidades debatem projeto para criar abrigo e atender moradores de rua

POR Assessoria

O prefeito em exercício, Henrique Afonso, esteve reunido, na manhã desta terça-feira (11), com representantes da Diocese de Cruzeiro do Sul e de outras instituições que prestam serviços de forma filantrópica no município, para debater os detalhes de um projeto para a implantação de uma “Casa de Passagem”, que dará assistência aos moradores em situação de rua na cidade.

A iniciativa tem a finalidade de criar um espaço alternativo para acolhimento das pessoas que vivem nas ruas. De acordo com um levantamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, atualmente, existem 30 pessoas nessas condições que poderão ter, na Casa de Passagem, um local para se alimentar, para descanso, onde também terão acompanhamento de profissionais em saúde e de assistência socia, que terão a missão de resgatar essas pessoas.

“É um grande desafio, mas já Instituimos uma rede integrada para fazer essa ação no sentido de acolhimento e ressocialização dos moradores de rua. Esse projeto vai na direção de resgate dessas vidas, de trazê-las de volta para sua família e de restituir a dignidade, criando oport deunidades para a geração de emprego e trabalho para essas pessoas”, destacou Henrique.

Na reunião, além de representantes da prefeitura, o governo do estado também contribuiu com o debate por meio da Secretária de Assistência Social, Ana Paula, que acompanhou a reunião em Rio Branco, por meio de vídeo conferência. Ela se comprometeu em apoiar o projeto e garantiu fazer uma intermediação com o Ministério do Desenvolvimento Social para avançar no plano. O Bispo Dom Flávio Giovanalle e o Padre João também estiveram na reunião que contou ainda com o pastor Elians, representantes da Caritas, do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) e do vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Clerton Souza.

“Demos o primeiro passo e agora vamos definir um plano de ação para que possamos iniciar esse processo entre fevereiro e março. Isso vai depender das estruturas que estamos buscando”, disse o prefeito em exercício.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img