segunda-feira, janeiro 24, 2022
23.3 C
Rio Branco
segunda-feira 24 janeiro 2022

Reforma administrativa de Bocalom custará R$ 15 milhões por ano aos cofres públicos, diz Emerson Jarude

POR Marcos Dione

O vereador Emerson Jarude (MDB) disse por meio de suas redes sociais nesta quarta-feira (12) que a reforma administrativa proposta pelo prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (Progressistas), custará R$ 15 milhões de reais por ano aos cofres públicos. O parlamentar classificou a medida do chefe do executivo municipal como descabida.

“Esse é o valor absurdo que o prefeito Tião Bocalom quer utilizar para criar mais uma secretaria municipal, cinco secretarias adjuntas, 150 novos cargos comissionados e 30 funções gratificadas”, escreveu.

Ainda de acordo com Jarude, a reforma criará mais cargos de assessoria com salários absurdamente altos. O vereador questiona se a população realmente será beneficiada com todo esse aumento nos gastos com a máquina pública.

“A reforma administrativa propõe a criação de assessorias especiais com salários equivalentes a secretários municipais. A pergunta é simples: isso turo para ajudar quem? A população ou os interesses políticos?”, concluiu.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img