sábado, janeiro 22, 2022
23.3 C
Rio Branco
sábado 22 janeiro 2022

Surto de gripe leva à suspensão de aulas presenciais em escolas do Acre

POR ContilNet

O surto de gripe registrado em várias cidades do Acre afetará o retorno de aulas presenciais em algumas escolas após o recesso de fim de ano. Em algumas instituições de ensino, as aulas estavam ocorrendo de forma remota no período entre o Natal e o Ano Novo e programadas para retornarem presencialmente na próxima segunda-feira (3).

Na escola Maria Angélica de Castro, em Rio Branco, os gestores anunciaram o adiamento. “Informamos aos senhores pais ou responsáveis, que em virtude da Síndrome Gripal, estamos adiando o retorno presencial pós recesso que seria dia 03/01/2022.O retorno fica para o dia 10/01/2022.Durante os dias 03/01 /2022 à 07/01/2022.As aulas serão de forma online”, diz comunicado da equipe gestora destinado aos pais.

Em Cruzeiro do Sul, a escola São José, uma das mais tradicionais, na escola militar Madre Adelgundes Becker, as aulas foram suspensas essa semana  após alunos e funcionários adoecerem e ocorrerão de forma remota na próxima semana também.

Ao ContilNet, a assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação, não há uma recomendação para todas as escolas, porém: “Cada escola tem seu protocolo sanitário e faz a avaliação de acordo com sua realidade”.

Surto de síndrome gripal

Somente no Núcleo Hospitalar do Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb), na última semana foram atendidas 453 pessoas com suspeita de gripe, mais do que o dobro em relação à semana anterior.

O Acre possui três unidades-sentinelas para síndrome gripal (SG): a UPA do 2° Distrito, em Rio Branco; o Hospital Raimundo Chaar, em Brasileia; e a Unidade Básica de Saúde Adalberto Sena;  referências no atendimento à síndrome respiratória Aguda grave (Srag).

Essas unidades enviam as amostras coletadas em testes de swab ao Instituto Evandro Chagas, em Belém, onde são analisadas e testadas. Até o momento, não há casos positivos da H3N2 no Acre.

Cuidados

As orientações para a prevenção da influienza são as mesmas para Covid-19: evitar aglomerações, utilizar máscara e realizar isolamento social, se apresentar os sintomas da doença, além da vacinação.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img