quarta-feira, janeiro 26, 2022
26.3 C
Rio Branco
quarta-feira 26 janeiro 2022

Após intervenção, uma linha de ônibus volta a operar em Rio Branco, mas sete seguem suspensas

POR Redação Folha do Acre

Linha Cabreúva/Aeroporto Velho é atendida pela Empresa Via Verde. Moradores dos bairros Belo Jardim I e II pegam os ônibus da Cidade do Povo e bairro Liberdade.

Ao menos uma das oitos linhas de ônibus suspensas em Rio Branco já voltou a operar. A direção de transporte da Superintendência de Municipal de Transportes e Trânsito (RBTrans) informou que a linha Cabreúva/Aeroporto Velho passou a ser atendida pela empresa Via Verde.

Nos bairros Belo Jardim I e II, os moradores pegam os ônibus das linhas Cidade do Povo e Liberdade, que passam na BR-364. A população precisa caminhar até a rodovia para pegar o transporte público.

A Prefeitura de Rio Branco decretou situação de emergência no transporte público, na última segunda-feira (20), após a empresa Auto Viação Floresta suspender o serviço em oito linhas de ônibus. Na quarta (22), o prefeito Tião Bocalom publicou um decreto de intervenção operacional e financeira no Sistema Integrado de Transporte Urbano de Rio Branco (Siturb) e no Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Estado do Acre (Sindicol).

O decreto tem validade de 120 dias e pode ser prorrogado por igual período. Durante estes quatro meses de transição, determina que as empresas são obrigadas a manter as frotas em circulação.

“A linha principal da Cidade do Povo e Liberdade fizeram o aproveitamento dela, a linha do Cabreúva está sendo atendida pela outra operadora. O Belo Jardim I e II é atendido de forma paralela, não tem ônibus lá dentro, pessoal tem que ir para beira da BR e pegam outro ônibus. Estamos tentando solucionar o problema das outras linhas até quarta-feira (29)”, confirmou o diretor de transporte da RBTrans, Clemdes Vilas Boas.

Atuam no sistema de transporte da capital as empresas Auto Viação Floresta e o Consórcio Via Verde, formado pelas empresas São Judas Tadeu e Via Verde, conforme contrato 004/2004. As linhas que seguem suspensas são: Amapá; Seis de Agosto/Judia; Belo Jardim I e II; Irineu Serra; Bahia/Carandá; Floresta; Wanderley Dantas.

O motivo da retirada dos carros, segundo o Sindicato dos Transportes do Acre (Sinttpac), seria por falta de diesel e as linhas não estão sendo suficientes para pagar o combustível.

Vilas Boas disse que vai se reunir com diretoria das empresas e RBTrans para debater novamente o assunto e encontrar uma solução para resolver a demanda. “Foi decretado emergência e estamos em busca de outra operadora e também determinando que a operadora que está com o percentual menor assuma as outras linhas provisoriamente”, concluiu.

G1

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img