segunda-feira, janeiro 24, 2022
23.3 C
Rio Branco
segunda-feira 24 janeiro 2022

Governo e Defesa Civil iniciam monitoramento dos rios acreanos durante período chuvoso

POR Agência de Notícias do Acre

O governo do Acre e a Defesa Civil do Estado já deram início ao trabalho de monitoramento dos rios acreanos durante o período chuvoso de mais um inverno amazônico. Numa reunião realizada na manhã desta quinta-feira, 23, na Casa Civil, junto com o representante da Defesa Civil de Rio Branco, foi apresentado um balanço do cenário atual, além da probabilidade de alagação na capital acreana e quais medidas deverão ser cumpridas para uma resposta de forma rápida.

Segundo os últimos dados, o Rio Acre na capital se encontra hoje na profundidade de 11,05 metros, com cota de alerta em 13,50m e cota de transbordamento em 14m. Somente em Rio Branco já choveu em dezembro 470 milímetros, quando a média histórica do mês todo é de 262mm.

“Rio Branco já está alcançando quase o dobro do esperado para o nível de chuvas em dezembro. Estamos sim com risco de inundação, que pode acontecer ainda este mês, porque tem chovido muito nas cabeceiras e nos municípios que o Rio Acre percorre, inclusive no Peru e na Bolívia”, conta o major Cláudio Falcão, chefe da Defesa Civil municipal.

Segundo o chefe da Defesa Civil do Estado, tenente-coronel José Ferreira, esse é o momento de monitoração total do Acre, já que a maioria dos municípios ultrapassaram suas médias meteorológicas de dezembro, com os principais destaques em Cruzeiro do Sul, onde o Rio Juruá já atingiu a cota de alerta e em Marechal Thaumaturgo, onde uma alagação parcial já atinge a cidade.

O secretário de Assuntos Governamentais, Alysson Bestene, ressaltou que o Estado já está se preparando junto aos municípios.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img