segunda-feira, janeiro 24, 2022
23.3 C
Rio Branco
segunda-feira 24 janeiro 2022

Justiça nega pedido de revogação da prisão a Alan Lima, envolvido no caso Johnliane

POR Redação Folha do Acre

O Juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri e Auditoria Militar, Alesson Brás, negou o pedido o pedido de revogação da prisão preventiva ou aplicação de medidas cautelares diversas da prisão do estudante Alan Araújo de Lima, um dos envolvidos no acidente que culminou com a morte de Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, que morreu por atropelamento em agosto do ano passado.

A decisão do magistrado foi publicada nesta terça-feira, 14, no Diário da Justiça Eletrônico. O juiz considera que permanecem os requisitos autorizadores da prisão e que a manutenção está devidamente correlacionada com decisões anteriores. Alan e o outro indiciado já foram devidamente pronunciados e irão ao julgamento do Conselho de Sentença, ainda sem data marcada.

No recurso impetrado, a defesa argumentou que o acusado já está preso há mais de 466 dias, além de requerer a prisão domiciliar ou outra medida cautelar. Para tanto, juntou documentos da saúde do pai de Alan, que é idoso e sofreu fratura no fêmur e precisa dos cuidados do filho, já que o outro irmão estuda medicina em outra cidade.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img