sábado, dezembro 4, 2021
25.3 C
Rio Branco
sábado 04 dezembro 2021

Em Sena, pré-candidato ao governo Dr. Jenilson diz que irá trabalhar para combater a fome e a miséria no Acre

POR Assessoria

Em entrevista ao portal Yaconews, no programa Resenha Podcast, em Sena Madureira, o deputado Jenilson Leite (PSB), que é pré-candidato ao governo, disse que o Estado do Acre precisa sair da economia do contracheque e investir mais no setor produtivo, conciliando a idéia de crescimento econômico e desenvolvimento.

Para o parlamentar, é preciso que haja preocupação com o crescimento do produto interno bruto ( PIB) do Acre, mas também é preciso ter cuidado com as pessoas que estão passando fome no Estado. Uma vez que segundo dados do cecad.cidadania.gov.br, temos 37,8% de acreanos vivendo abaixo da linha da pobreza. ” A fome gera violência e atraso social. Uma criança com fome não consegue estudar”, afirma Dr. Jenilson.

O médico infectologista e pré-candidato ao Governo contou um pouco de sua história. Leite lembrou que teve que sair da casa dos seus pais na zona rural, aos 7 anos de idade, para estudar na cidade. ” Vamos aproveitar nossa gestão para cuidar dos jovens, que hoje estão tendo dois destinos: os presídios e o cemitérios. Temos que construir mecanismos para mudar essa realidade”, pondera.

“O Acre precisa se organizar para o rumo que quer seguir, porém, o atual governo não tem sinalizado com firmeza para a população sobre os rumos que o estado está caminhando. E nós estamos vendo situações complicadas, há muita desorganização na gestão, desde os serviços públicos até o setor produtivo. Você chega nos hospitais e o raio-x quebrado, você chega na zona rural e não tem mais trator para ajudar mecanizar o solo de nossos produtores, você chega nas escolas e está faltando merenda. Por isso, precisamos ter um projeto de desenvolvimento para o nosso estado, com programas sólidos e objetivos. Precisamos sair da economia do contracheque, além da necessidade de pensar como vamos envolver nossa juventude no setor produtivo, no mercado”, disse o pré-candidato.

Ainda na entrevista, o pré-candidato ao governo disse está preocupado com o custo de vida no Acre. “Está tudo caro, do alimento a energia elétrica, isso é resultado de decisões políticas equivocadas. Quem está no comando decide conduzir nosso povo para o rumo errado, vem o sofrimento”. Finaliza.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img