domingo, dezembro 5, 2021
24.3 C
Rio Branco
domingo 05 dezembro 2021

Estelionato: acusado de aplicar golpes no Acre é preso em flagrante no Mato Grosso

POR ContilNet

Suspeito de integrar uma organização criminosa especialista em golpes pela internet que atuava no Acre, foi preso em flagrante, na quinta-feira (21) em Cuiabá, no Mato Grosso, em uma ação conjunta das polícias Civil de Mato Grosso e do Acre.

Com o suspeito de 21 anos a polícia encontrou R$ 12 mil em dinheiro e itens adquiridos com dinheiro do golpe. Ele foi atuado em flagrante pelo crime de estelionato.

As investigações iniciaram após a polícia de Cuiabá receber informações sobre duas vítimas da de Rio Branco, que foram lesadas em mais de R$ 17 mil, através da prática conhecida como “Golpe da OLX”, em que o estelionatário mantém conversa com o anunciante/vítima que publica a venda de um veículo no site, demonstrando interesse no bem e pedindo que retire o anúncio.

Depois, o suspeito anuncia o mesmo veículo em outro perfil, conseguindo um comprador interessado (neste caso a segunda vítima) e “mediante artifício ardiloso, promove o encontro das vítimas, sendo que o comprador analisa o veículo e depois fecha negócio com os fraudadores, que indicam conta de terceiros para o depósito dos valores”.

A vítima acreana efetuou a transferência para três correntistas de diferentes bancos no Mato Grosso. Segundo a polícia, o suspeito não possui emprego formal, porém, tem cinco contas em bancos diferentes, somente para recebimento de valores vindos dos golpes. Questionado, ele confessou a participação afirmando que ficava com 20% dos valores depositados.

O acusado teve as contas bloqueadas. A polícia chegou à conclusão, diante dos elementos colhidos, que o jovem é membro de uma organização criminosa interestadual, estruturada pela divisão de tarefas de seus componentes com a finalidade de aplicar crimes reiterados de estelionato qualificado pela fraude eletrônica.

“Os criminosos se organizam de forma pulverizada, com seus membros atuando em tarefas distintas, residindo em estados diferentes, assim como as vítimas, e operam com transferências bancárias em várias contas, para facilitar saques e outras transferências principalmente para dificultar a investigação policia. A ação e prisão do suspeito ocorreu graças à parceria das Polícias Civis dos estados do Acre e Mato Grosso. Outras atuações com policiais de cidades do interior e de outros estados são cada vez mais necessárias e estão dando certo no combate aos crimes de estelionato”, explicou o delegado ao site Só Notícias.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img