quinta-feira, dezembro 2, 2021
26.3 C
Rio Branco
quinta-feira 02 dezembro 2021

Deputados defendem alteração da idade máxima de ingresso na PM e Bombeiros para 35 anos

POR A Gazeta do Acre

Depois de ouvirem a defesa do autor do projeto, os demais deputados decidiram votar contrários ao relatório. A matéria agora deverá ser redesignada para outro relator.

Em reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta quarta-feira, 20, a maioria dos deputados estaduais presentes votou favorável ao Projeto de Lei (PL) de autoria do deputado Jenilson Leite (PSB) que altera a idade máxima para ingresso na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros de 30 para 35 anos.

A matéria foi colocada em análise pela comissão e relatada pelo deputado Cadmiel Bonfim (PSDB) que emitiu parecer contrário ao projeto, argumentando ser inconstitucional o projeto de lei, sob a justificativa que a alteração da idade atual interfere na carreira dos demais militares.

Depois de ouvirem a defesa do autor do projeto, os demais deputados decidiram votar contrários ao relatório. A matéria agora deverá ser redesignada para outro relator.

No PL, Jenilson justifica que desde que foi criada a lei vigente, a expectativa de vida do acreano aumentou e muito. Ainda segundo ele, o Acre vive um momento em que há um grande número de desempregados e os concursos públicos são oportunidades de trabalho.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img