domingo, dezembro 5, 2021
24.3 C
Rio Branco
domingo 05 dezembro 2021

Assassino de ator acreano era dependente químico e agressivo, diz família

POR Redação Folha do Acre

O jornal oaltoacre obteve informações sobre o assassinato do jovem Jheison Duarte, natural de Brasiléia, que estava morando na cidade de Niteroi (RJ), no Bairro Fonseca, onde buscava o reconhecimento como modelo e ator e morava com seu algoz, que é dependente químico e tem um histórico de agressividade quando consumia drogas, segundo os próprios familiares.

Sua morte teria acontecido por volta das 5h30 desta segunda-feira, dia 18. Somente por volta das 19 horas, as autoridades policiais foram acionadas ao apartamento, onde localizaram o corpo do jovem na sala com perfurações no pescoço e costas, além de estar com um lençol amarrado em sua boca e pulsos.

A residência não apresentava sinais de arrombamento, o que leva a crer que o assassino teve acesso fácil no local. Dando seguimento ao caso, o corpo foi levado ao IML do município e a polícia de início às investigações.

Nesta terça, agentes da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo, conseguiram prender em flagrante o assassino identificado apenas pelo nome de Luan, de 33 anos com que estaria convivendo com a vítima por cerca de quatro anos.

Segundo foi levantado, o autor do crime ainda contou que a morte foi recorrente de uma discussão boba entre o casal. Inicialmente a briga teria começado por conta de questões familiares, e após os níveis de estresse aumentar, o autor esfaqueou o companheiro.

O companheiro teria se apossado do cartão de débito de Jheison e foi para uma boate. Após gastar tudo, e teria jogado o celular na baia de Guanabara quando passava pela ponte Rio-Niterói.

O assassino teria contado o fato aos familiares que acionou as autoridades. Quando chegava na casa no Morro da Viradouro, em Santa Rosa, também em Niterói, foi preso ainda em flagrante e não reagiu à prisão.

Luan foi preso pelo crime homicídio e levado para a sede da Divisão de Homicídios. Ele foi transferido ainda na manhã desta terça-feira (19) para o sistema prisional do Rio de Janeiro.

Familiares buscam ajuda para realizar o translado do corpo de Jheison, afim de realizar seu enterro na cidade de Brasiléia, localizada no interior do Acre.

Com informações O Alto Acre

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img