quinta-feira, outubro 21, 2021
32.3 C
Rio Branco
quinta-feira 21 outubro 2021

Presos que trabalham na cozinha dos presídios vão receber o salário atrasado

POR A Tribuna

A direção do Instituto de Administração Penitenciária – IAPEN, começou a regularizar a situação dos presos que trabalham nas cozinhas dos presídios, mas que não recebiam pelos dias trabalhados.

Os detentos que exercem atividade remunerada têm direito a receber um salário mínimo por mês, dinheiro que é repassado pela empresa responsável em fornecer a alimentação dos presos. Só que há 3 meses o salário não vem sendo pago. O Ministério Público, através da 4ª coordenaria criminal, cobrou os pagamentos atrasados e questionou o que foi feito do dinheiro dos salários atrasados.

O diretor do Iapen, Arlenilson Cunha, garante que o dinheiro dos 40 presos que trabalham nas cozinhas dos presídios está depositado em uma conta separada e nos próximos dias os valores serão depositados nas contas.

Segundo o diretor, muitos presos não tinham documentos e por isso não podiam ter contas bancárias. Com a ajuda dos familiares, essa situação está sendo resolvida e os presos vão receber os salários atrasados e o mês atual. “As contas no banco do Brasil já estão sendo abertas e brevemente o dinheiro cairá nas contas’, completou.

Do valor de um salário mínimo que é pago ao preso pelo trabalho na cozinha, 25% são repassados à família, outros 25% ficam guardados para que ele possa resgatar quando sair do presídio, mais 25% são usados para as custas do processo e ele recebe apenas os 25% restantes.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img