sábado, outubro 23, 2021
32.3 C
Rio Branco
sábado 23 outubro 2021

Menino de 6 anos cai dentro de tacho de leite fervendo, queima todo o corpo e Acre entra em campanha para ajudar

POR Acre News

Helliab Barroso Gomes tem 6 anos e mora com seu pai Regino, 33 anos, sua mãe Gersilene, de 31 anos, e mais dois irmãos pequenos, no interior do Acre.

Eles moram em um barraco coberto com lona e pedaços de palha, com muitas pulgas, sem estrutura nenhuma e muito menos móveis. A cama é apenas um colchão em cima de tijolos.

A família de Helliab sobrevive com a ajuda das pessoas, de um valor do bolsa família de 309 reais e da venda de iogurte caseiro que eles fabricavam em um fogão à lenha, pois não têm condições de comprar gás. A fabricação do iogurte rendia, em média, apenas 40 reais na semana. A renda já era muito baixa, e a situação piorou depois que Helliab sofreu um acidente e está internado. Devido a esse acidente, nem mesmo fabricar o iogurte a família está conseguindo.

A casa onde moravam não tem condições de abrigar o Helliab quando ele receber alta, pois eles não possuem nem uma cama. A vaquinha é para comprar uma casinha próxima ao hospital e móveis, para que Helliab tenha um lar para morar e um mínimo de conforto para continuar seu tratamento, quando sair do hospital.

# O acidente que fez Helliab ter queimaduras pelo corpo todo

No dia 26 de agosto deste ano, Helliab estava no quintal e sentiu que tinha formigas em seu corpo, ao tentar tirar, se desequilibrou e caiu no tacho de leite fervendo.

Ele teve queimaduras em todo corpo (abaixo do peito, pernas, braços, partes genitais) e agora passa boa parte do tempo no hospital, sedado e tomando morfina para conter as dores.

Helliab se encontra na UTI do Hospital da Criança, em Rio Branco, e teve infecção grave nas queimaduras, tendo que tomar 4 bolsas de sangue.

# O barraco que a família mora, fica a 80km de distância do hospital

O hospital em Rio Branco fica a 80km de distância e eles não têm condições de ficar viajando todos os dias, então estão morando, de favor, na casa de um primo, por ser mais perto do hospital.

Helliab, após receber alta, terá que continuar o tratamento e essa distância vai complicar o trajeto da família, que também não mora em condições apropriadas.

Vamos ajudar a dar um lar para Helliab para que, depois de receber alta do hospital, ele tenha conforto e uma cama quentinha para dormir?

Essa história chegou através do Anjo Derineudo, que está dando todo suporte para nós e ajudando o pai, Regino, a encontrar um emprego.

Conheça o perfil do nosso anjo Derineudo no @derineudo e acompanhe a mãe de Helliab @gersilenegomes

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img