quinta-feira, outubro 21, 2021
32.3 C
Rio Branco
quinta-feira 21 outubro 2021

“Não aceitamos que o prefeito dê dinheiro a essas empresas de ônibus”, diz Jarude

POR GINA MENEZES

O vereador Emerson Jarude (MDB) conclamou os demais parlamentares da Câmara de Rio Branco a não aprovarem o Projeto de Lei Complementar para subsidiar em R$ 2,4 milhões de reais para as empresas do transporte coletivo. O vereador afirmou ainda que é necessário que o Conselho Tarifário mantenha a tarifa em R$ 3,50, mesmo sem subsídio, levando em conta os péssimos serviços prestados.

Jarude afirmou que preocupa o empenho do prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom (PP), em querer dar dinheiro às empresas que prestam serviços tão insatisfatórios.

“As pessoas não aguentam mais esperar horas por ônibus e andar em sucatas e o prefeito ao invés de abrir licitação para contratar novas empresas prefere subsidiar as que estão atuando. Me preocupa essa história do prefeito Bocalom de dar dinheiro às empresas de ônibus de qualquer jeito”, diz.

Jarude afirmou ainda que o projeto em questão não resolve o problema que se transformou o transporte coletivo, com veículos sucateados e empresas em pedido de falência e recuperação judicial.

“Bocolom usou uma forma populista dizendo que ao dar esse dinheiro às empresas o valor da tarifa passará para R$ 3,50, mas não fala em melhoria na qualidade dos serviços. Espero que a Câmara rejeite essa ideia”, diz.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img