quinta-feira, setembro 23, 2021
25.3 C
Rio Branco
quinta-feira 23 setembro 2021

Longo destaca estratégia que pode contribuir para convocação do cadastro de reserva da Polícia Civil e reafirma compromisso

POR Assessoria

Sensível à demanda dos integrantes do cadastro de reserva da Polícia Civil, o deputado Pedro Longo aproveitou a sessão desta quarta-feira (15) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) para saudar o grupo que foi até a Casa do Povo e demonstrar o seu compromisso com o desdobramento de possibilidades jurídicas que abram espaço para a convocação pelo Governo do Estado.

O parlamentar decidiu unir seu gabinete ao do deputado Roberto Duarte (MDB) com o intuito de estudarem o edital do certame e encontrarem uma brecha para atender a necessidade dos interessados.

“Estamos trabalhando para reabrir a possibilidade de convocar o cadastro de reserva. Não é uma questão pessoal e não estou aqui buscando reconhecimento, mas interessado nessa pauta que é do interesse de todos, principalmente desses acreanos que esperam há tanto tempo por isso”, explicou o líder do governo durante seu discurso.

Longo destacou que o próximo passo é convencer juridicamente a equipe do governo em um diálogo que já está em andamento e sendo feito por ele e por Duarte com a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

De acordo com o deputado, o governador Gladson Cameli não está medindo esforços para resolver a situação, mas que não pode ir contra o que diz a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Encontramos um caminho e o próximo passo é convencer juridicamente a equipe do governo, que está mobilizada para resolver a situação, inclusive o governador Gladson Cameli”, salientou.

“Nossas equipes observaram bem que esse concurso não havia encerrado, porque se tivesse sido publicado o edital de encerramento nada mais poderia ser feito, porque a academia é uma das etapas do concurso. Então, como temos a legislação que prorrogou o prazo dos concursos e a não declaração de encerramento, buscamos caminhos. A fórmula que encontramos e sugerimos é um aditamento ao edital que possibilita o chamamento com restrições, dentro do número de vagas e do que prevê a LRF”, finalizou.

O líder garantiu que terá uma reunião em breve com o governo para tratar do assunto.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img