sábado, setembro 25, 2021
28.3 C
Rio Branco
sábado 25 setembro 2021

Leo de Brito diz que Bolsonaro faz “governo do apagão” e convoca ministro para prestar esclarecimentos

POR Assessoria

Os constantes aumentos na tarifa de energia elétrica levaram, nesta quarta-feira, 1°, o deputado federal Leo de Brito (PT) ao plenário da Câmara dos Deputados para se pronunciar em defesa da população e rechaçar a atuação do presidente Jair Bolsonaro diante da situação que vive o país.

Segundo o parlamentar, foi com perplexidade que ele assistiu no noticiário a fala do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciando mais um aumento na tarifa de energia elétrica e sua solicitação para que os brasileiros racionem energia elétrica.

“O governo do presidente Jair Bolsonaro é o governo do apagão. Temos apagão na saúde, porque já são mais de 580 mil mortos vítimas do coronavírus e uma corrupção endêmica no Ministério da Saúde. Apagão na economia que não cresce. Saíram dados da economia do Brasil nesse trimestre e os índices são negativos. São 15 milhões de desempregados e as pessoas sofrendo com os sucessivos aumentos do gás de cozinha, dos alimentos, dos combustíveis e da energia, como anunciado na terça-feira”, frisou Léo de Brito.

A situação motivou o parlamentar a convocar o ministro de Minas e Energia, por meio da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), para prestar esclarecimentos. “Os brasileiros não aguentam mais. Infelizmente, até a esperança as pessoas estão perdendo porque o governo não traz nenhuma solução para que haja redução na tarifa de energia”, lamentou.

*Crise em todos os setores*

Além disso, o deputado federal prosseguiu lembrando que o país enfrenta um “apagão social”. “As pessoas estão passando fome e, ainda, vivemos um apagão na educação. Olha a penúria registrada nas universidades federais. Esse é o governo do apagão, da incompetência. Enquanto isso, o presidente Bolsonaro fica passeando de motocicleta, preocupado em fazer atos antidemocráticos contra o Supremo Tribunal Federal (STF)”, declarou Brito.

Leo de Brito ressaltou, por fim, que está preocupado com uma pauta que não é a condizente com a realidade do país.

“Para que possamos tirar de vez essa história do apagão do nosso país, há uma luz no fim do túnel e essa luz é tirarmos, imediatamente, o presidente Bolsonaro do poder”, concluiu o congressista acreano.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img