domingo, setembro 19, 2021
27.3 C
Rio Branco
domingo 19 setembro 2021

Acre registra uma safra recorde da colheita de milho

POR A Tribuna

A colheita da safra de milho no Estado deve chegar a 100.311 toneladas, que corresponde por uma alta de 11,7% (10,5 mil toneladas) em comparação com a produção do ano passado. A safra recorde reflete na expansão da área de 49,1% na segunda safra do produto, que resultou num crescimento de 40,9% em relação ao ano de 2020.

Os produtores acreanos contam com os silos da estrada de Boca do Acre, Rodovia AC-40, da Estrada do Pacífico nos município de Capixaba e Brasileia. Além dos armazéns mantidos pela da Companhia de Armazéns Gerais e Entrepostos do Acre (Cageacre) nos municípios de Rio Branco, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Feijó e Cruzeiro do Sul. “A produção de milho será suficiente para atender a nossa demanda interna”, prevê Jessé Silva da Cruz, presidente da Cageacre.

A grande produtividade de grãos deve estimular o aumento da área cultivada no estado por conta da cotação em alta da proteína animal no mercado de commodities. Os criadores ao longo da Estrada do Pacífico devem ampliar as granjas e baias de engorda de suínos.

Jessé destacou que o silo de Brasileia tem capacidade de armazenar cinco mil toneladas em grãos, mas contam com o estoque de 102 produtores rurais da região do Vale do Alto Acre. Aponta que colheita de milho é suficiente para atender a demanda da agroindústria da Dom Porquito e a AcreAves, mas que em anos anteriores precisavam importar o produto na época da entressafra do estado do Mato Grosso. “Os criadores de porcos e frangos estão com a produção estocada para manter as suas criações”, observou.

Apoio

A diretora de Operação da Cageacre, Jheice Mendonça informou que os produtores rurais procuram os armazéns para secagem do milho estocado nos palheiros das suas propriedades. Quem trabalha com a atividade de grãos estoca o produto a espera da melhora do preço da saca que gira em torno dos R$90,00 nas casas veterinárias. “Temos armazéns nos municípios de Rio Branco, Senador Guiomard, Acrelândia, Plácido de Castro, Xapuri, Feijó e Cruzeiro do Sul”, revelou.

Disse que o armazém de Senador Guiomard tem capacidade de armazenar até três mil toneladas, enquanto da Vila Campinas chega em torno de três mil toneladas. O armazém de Acrelândia chega em torno de 900 toneladas, o de Xapuri tem capacidade de 600 toneladas, o de Feijó 350 toneladas e Cruzeiro do Sul capacidade de três mil toneladas. “Estamos com um aporte de R$ 5 milhões para construção de um novo armazém em Sena Madureira, com capacidade de armazenar duas mil e duzentas toneladas de grãos”, finalizou a diretora de Operações da Cageacre.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img