domingo, setembro 19, 2021
27.3 C
Rio Branco
domingo 19 setembro 2021

Moisés Diniz levará vereadora de Brasiléia ao Conselho de Ética por “atacar” Gladson

POR Redação Folha do Acre

O presidente do Solidariedade (SD), Moisés Diniz, informou que o partido levará a vereadora Arlete Amaral, do SD de Brasileia, ao conselho de ética, devido as posições públicas da parlamentar em relação ao governo Gladson Cameli.

“Posição política de parlamentar do partido é diferente de liberdade de expressão. Nossos parlamentares fazem parte de um partido da base do governo Gladson Cameli”, informou Moisés.

Moisés diz que, se outros partidos se comportam da forma que fazem, divididos, alguns até fazendo chantagem, isso não acontecerá com o Solidariedade.

“Nosso partido apoia o governo Gladson Cameli e, as reclamações que tiverem que fazer, será nos fóruns internos. Atacar o governo publicamente é papel da oposição, não nosso”, alertou o presidente.

Moisés diz que a vereadora Arlete Amaral é uma vereadora importante, querida e atuante, presidente da Câmara de Brasileia, mas, que o Solidariedade imprimirá um ritmo de unidade interna que não permita grupos ou divergências políticas públicas.

“Se um parlamentar ou filiado do partido quiser falar ou escrever contra ou a favor do aborto, contra ou a favor da prisão perpétua, por exemplo, ele terá liberdade de pensamento e de expressão. Mas, posição política de quem exerce função pública é outra coisa”, concluiu o presidente.

Moisés diz que a vereadora Arlete continuará tendo tendo o carinho e o respeito do partido, e que o conselho de ética é um mecanismo de educação política para os membros do SD e para disciplina interna.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img