domingo, agosto 1, 2021
31.3 C
Rio Branco
domingo 01 agosto 2021

Polícia Federal combate esquema de evasão de divisas que causou prejuízo milionário ao Acre

POR Assessoria PF

Operação “CARGA SEGURA” apura esquema de Evasão de Divisas na fronteira do Brasil com os países da Bolívia e Peru.

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (22/07/2021), na região do Alto Acre, especialmente nas cidades de Brasileia e Assis Brasil e no Estado do Paraná, a Operação CARGA SEGURA. O objetivo é combater um esquema de Evasão de Divisas constatado, nos últimos anos, que vem ocorrendo na fronteira do Brasil com os países Peru e Bolívia, com saída pelas cidades de Assis Brasil, Epitaciolândia e Brasileia, envolvendo o transporte de carga de alto valor, o que acaba comprometendo a política cambial do Brasil e gerando prejuízos ao Estado.

A investigação teve início em maio de 2020, a partir de um flagrante onde se apreendeu vultuosa soma de dinheiro. Posteriormente, apurou-se que não se tratava de caso isolado, mas que seria, em verdade, o meio empregado um “modus operandi” para saída de valores do território nacional, facilitada por um grupo de pessoas e empresas instaladas na região da fronteira, responsáveis por operacionalizar o esquema, atuando como despachantes do crime.

Em princípio, tais valores seriam para custear o pagamento da escolta das cargas de alto valor na travessia pelos países andinos, dentre outros objetivos a serem comprovados ao final da investigação.

A Operação “CARGA SEGURA” cumpre ao todo 7 (sete) mandados de busca e apreensão, sendo 04 (quatro) deles em empresas e residências localizadas nos municípios de Brasileia e Assis Brasil (AC) e 3 (três) no município de Quatro Barras, no Paraná. Quatro pessoas foram intimadas a prestarem esclarecimentos sobre os fatos. Os trabalhos contam com a participação de 28 policiais federais.

Os envolvidos estão sendo investigados pelo crime de evasão de divisas, previsto no Art. 22, § único, da Lei nº 7.492, de 16 de junho de 1986, o qual prevê até 06 anos de pena de reclusão.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img