sábado, julho 24, 2021
21.3 C
Rio Branco
sábado 24 julho 2021

Gladson precisa refazer seu grupo político ou começar outro do zero, diz colunista

POR

Mazinho Serafim em Brasília

O prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, não compareceu à solenidade de entrega de maquinários feita pelo governador Gladson Cameli por estar fora da cidade. O prefeito está cumprindo agenda em Brasília em busca de recursos para sua cidade.

Agenda governamental

A agenda oficial de Cameli se estenderá por toda a terça-feira (20) em Sena Madureira. Além de entregar maquinários, o governador também se reunirá com líderes de associações, entre outros compromissos.

Clima não anda bom

Todos sabem que o clima entre Cameli e Mazinho Serafim não é dos melhores. Mazinho não é homem de meias palavras e é visível que não se sente à vontade atualmente ao lado do governador.

Rocha

O vice-governador, Wherles Rocha, reagiu à declaração de Nicolau Júnior de que é a defesa de interesses pessoais que atrapalha a união do grupo que elegeu Gladson Cameli em 2018. Ele disse que não é ele que está em campanha antecipada.

Ácido

Rocha anda cada vez mais ácido em suas postagens, porém cada dia com menos apelo popular e engajamento. Ele tem experimentado o que é ser vice.

Esfacelado

A verdade é que o grupo que elegeu Gladson em 2018 está esfacelado e ele terá que reconstruir ou iniciar outro se quiser se reeleger.

Se reinventar

Passado o clamor da pandemia do coranavírus, mudanças de pautas e retorno à rotina, Gladson Cameli terá que se mostrar habilidoso para se manter popular e grarantir sua reeleição.

Seria natural apoiar Mailza

Tem mesmo que ter muita habilidade quando se tem 5 candidatos ao Senado e se pode apoiar apenas 1. O mais natural seria ele apoiar a candidata do seu partido, Mailza Gomes, porém na política do Acre a soma de 1 mais 1 nem sempre é 2.

Leal

Mailza se manteve leal ao PP e Gladson Cameli é da mesma sigla. O natural seria ele apoiá-la, mas há outros ingredientes e outros candidatos envolvidos nesta tomada de decisão.

Dobradinha

Gladson e Márcio Bittar por exemplo fazem uma boa dobradinha e Bittar espera que o governador apoie sua ex-esposa, Marcia Bittar.

Turrão

O prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, segue provando que é turrão e dando sinais que não exonerará Frank Lima que segue imerso em suposto escândalo de assédio sexual.

Pouco caso

A imagem que Bocalom passa é a de que está se lixando para o sofrimento de quem denunciou Frank Lima e que também não se importa com a opinião popular.

Bom dia a todos

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img