quarta-feira, agosto 4, 2021
18.3 C
Rio Branco
quarta-feira 04 agosto 2021

Vazamento de amônia em fábrica de gelo leva 4 pessoas para hospital em Rio Branco

POR

A amônia que vazou de uma fábrica de gelo na Ac 40 matou toda a vegetação que estava ao redor, destruição hortas, plantas frutíferas, atingindo animais domésticos e levando 4 pessoas para o hospital. O Acidente aconteceu no sábado as 07:00 da manhã, quando o corpo de bombeiros teve que se apressar para tirar as vítimas do local próximo onde houve o vazamento de amônia. Uma mulher grávida foi carregada nos braços porque não conseguia andar. O gás altamente tóxico pode matar em poucos segundos após a inalação.

O vazamento aconteceu em uma pequena fábrica de gelo no ramal do canil, na rodovia ac40. Um dos cilindros da máquina de refrigeração explodiu e os pinos que deveriam fechar a passagem do gás não funcionaram. O barulho da explosão acordou os vizinhos da fábrica que ao saírem na rua viram se depararam com uma nuvem branca e trataram de correr de suas casas. “Foi isso que nos salvou. Se fosse a noite a gente teria morrido sem saber o que aconteceu”, disse o aposentado Raimundo Ferreira.

O próprio Raimundo nos convidou para ver como ficaram as plantas e hortaliças plantadas no quintal. O gás destruiu tudo. As cebolinhas ficaram brancas como se afetadas por algo radioativo. As folhas das plantas maiores ficaram escuras, pareciam queimadas. As frutas não podem ser mais consumidas, até a terra e o esterco nos canteiros precisam ser retirados.

O Raimundo agora está com medo que haja um novo vazamento e já pensa em vender a propriedade. “Eu tenho medo de um novo vazamento e a gente não conseguir se proteger. Se aparecer alguém para comprar minha casa eu vendo. Não quero ficar aqui mais não”, declarou.

Na hora do acidente quanto pessoas estavam trabalhando na fábrica de gelo, duas delas foram levadas para o hospital, mas não correm risco de perder a vida. Muitas pessoas que moram próximas ficaram com pequenas queimaduras na pele. Além das perdas nas plantas, os animais parecem que não vão resistir ao gás. Um cão perdeu parte da visão e não consegue respirar normalmente.

O proprietário da fábrica disse que o equipamento foi comprado recentemente em Rondônia e acredita que o material usado era de baixa qualidade.

O corpo de bombeiros garante que não existe mais risco de o gás atingir as pessoas que moram próximas a fábrica. Segundo o Tenente Ely Souza, o cilindro foi fechado e uma vistoria feira na manhã dessa segunda-feira vai dizer se o proprietário estava com a documentação em dia e se tecnicamente trabalhava de forma correta.

A Tribuna

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img