quarta-feira, agosto 4, 2021
18.3 C
Rio Branco
quarta-feira 04 agosto 2021

Câmara aprova PL que obriga hospitais e maternidades oferecerem orientação de engasgamento e prevenção de morte súbita de bebês

POR

Na sessão desta terça-feira (29) a Câmara Municipal de Rio Branco aprovou por unanimidade o Projeto de Lei nº 12/2021 de autoria do vereador Raimundo Castro (PSDB) que dispõe sobre a obrigatoriedade dos hospitais e maternidades oferecerem orientação de primeiros socorros em caso de engasgamento, aspiração de corpo estranho e prevenção de morte súbita de recém-nascidos.

Se aprovado pelo Executivo, os hospitais e maternidade terão o prazo de 120 dias para se adequarem as normas vigentes. De acordo com o PL, as orientações ou treinamento serão ministrados durante o pré-natal ou durante a alta do recém-nascido.

O autor do projeto defendeu a importância dessa orientação aos pais, e ressaltou que principalmente as mães de primeira viagem são as que mais necessitam da informação quanto aos cuidados necessários em casos emergenciais.

“Eu fico muito feliz com a aprovação desse PL, que vai ajudar a salvar muitas vidas, as mães que acabaram de dar à luz às vezes não sabem qual a providência que devem tomar quando a criança se engasga. A criança pode se engasgar até na hora da amamentação, então muitas crianças já morreram, porque as mães não sabiam o que fazer. Aquela sabedoria popular ensina a dar tapinha nas costas, mas como você vai dar tapinha nas costas de uma criança recém-nascida? Então a orientação na maternidade é muito importante. Por isso a lei faz com que as mães já saiam da maternidade orientadas sobre os procedimentos adequados”, enfatizou o médico e vereador Raimundo Castro.

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img