sábado, julho 24, 2021
21.3 C
Rio Branco
sábado 24 julho 2021

Padre do Acre lamenta morte de Lázaro Barbosa e diz que assassino terá misericórdia divina

POR

Uma publicação feita nas redes sociais do Padre Massimo Lombardi, responsável pela área missionária Conjunto Habitacional Cidade do Povo, em Rio Branco, vem causando polêmica junto aos internautas. Na noite dessa segunda-feira, 28, Lombardi escreveu que Lázaro Barbosa, morto durante perseguição policial na manhã de ontem, em Goiás, sempre foi um coitado.

“Um não amado, um desprezado, um enchutado e agiu como na sua infância agiram com ele”, comentou. O padre aproveitou para questionar: “quem sou eu para julgá-lo?”.

Mesmo sendo assassinato pela polícia do Estado, o padre crê que Lázaro será “abraçado pela misericórdia divina”. Entre os comentários, haviam pessoas concordando e discordando da afirmação do líder da igreja católica.

“E a família que ele matou abençoe também”, apontou uma seguidora. Outro escreveu: “a polícia cumpriu seu papel Padre Máximo, se o próprio Evangelho diz que toda árvore que não der bom fruto deverá ser jogada na fogueira, imagina uma criatura que mata, estupra e tortura sem piedade, esse não merece estar na glória dos Santos que de Santo não tem nada”.

Lázaro Barbosa estava foragido havia 20 dias e foi morto a tiros na manhã desta segunda pela força-tarefa que atuava para encontrá-lo. A operação envolveu 270 policiais, entre civis, militares e federais, além do auxílio de cães farejadores e aeronaves.

Ao longo dos vários dias de fuga, Barbosa passou por várias chácaras na região, fez reféns e baleou pessoas, segundo a polícia.

Ac24horas

COLUNISTAS

128 POSTS0 COMENTÁRIOS
38 POSTS0 COMENTÁRIOS
4 POSTS0 COMENTÁRIOS
2 POSTS0 COMENTÁRIOS
- Advertisement -spot_img